logo2.gif











Índios Brasileiros
indiopajeOs índios brasileiros são um povo que há milhares de anos já habitavam o Brasil. Cheio de crenças, mitos, um passado e presente cercado de perseguições, sobreviveram e agora compõe uma população diferente daquele que Cabral havia avistado em 1500.

Um povo de muitos nomes, falantes de 180 línguas, tem a sua origem ainda imprecisa.  Alguns falam que são originários do próprio continente, outros já dizem que vieram  da Ásia ou da Oceania, enfim são várias as hipóteses que cercam a história dos povos da América do Sul.

Com a conquista dos europeus sobre o território, o primeiro contato entre índios brasileiros foi marcado inicialmente por curiosidade e depois por medo. A colonização acabou deixando traços incorrigíveis na vida desses povos e nesta época o desejo dos indígenas de querer suas terras já era destacado. 

Possuindo modos de cultura que vão entre semelhanças e diferenças, o índio brasileiro possui rituais, mitos, religião, práticas esportivas, criatividade, casamento. Além disso, expressam sua arte, educação e línguas, tipos de alimentação variados, uma medicina  rica usada na cura de várias  doenças e outros males e a sua forma de expressar seus sentimentos e emoções.

Navegando pelas páginas do site acompanhamos toda a trajetória da historia dos índios até os dias atuais, onde as questões indígenas se perpetuam buscando sempre o melhoramento do Estatuto do Índio, em prol dos direitos dos povos.
 
Índios: origem do nome

o termo generico.pngNa época da colonização, os povos encontrados foram nomeados de “índios”, pois os europeus acharam ter chegado às Índias.  Essa denominação dá uma ideia generalizada dos habitantes que vivem e já viveram, pois, ela faz com que o verdadeiro nome dos povos seja muitas vezes esquecido. Embora o termo seja geral, é uma marca que passou a unir povos que hoje lutam por interesses comuns diante da sociedade global.

O nome “índio” surgiu da primeira impressão que Cristóvão Colombo teve ao chegar às “Índias” (ele havia se convencido de que tinha chegado à Índia). Mesmo sabendo que não estavam na Ásia, mas num continente desconhecido, eles continuaram chamando os povos nativos de índios por simplesmente ser mais fácil e por causa do objetivo deles que era dominar a cultura, a economia, a religião e a política.
 
Usado até hoje, o nome, antes da década de 1970, era considerado uma ofensa por estarem relacionados aos povos indígenas. Para alguns brasileiros, ela é pejorativa por que resulta do processo exploratório da colonização, e ainda, os índios representam indivíduos selvagens, que não gostam de trabalhar, incapazes, sem cultura etc. Já para outros ela é apenas um símbolo de homem pacífico e puro que conquista pelo romantismo de suas lendas, de seu modo de viver, do cuidado com a floresta.

Conhecidos também como: indígena, nativo americano, ameríndio, povos aborígines, índios americanos, povos indígenas da América ou nativos do Alasca, primeiras nações e silvícolas (um termo errado que classifica o indígena como alguém que vive ou nasce nas selvas), algumas expressões resultam da América do Norte e outros países. Muitas dessas denominações  são resultados da distinção feita entre tribos, estados e grupos étnicos (onde alguns grupos possuem estatuto político, ou seja, unidades políticas ou países independentes).

 
Origem dos povos indígenas
 
mundoA hipótese mais aceita, chamada de teoria asiática, é a de que os povos ameríndios vieram para a América da Ásia, entre 14 mil e 12 mil anos. O sub continente chamado Beringia, no estreito de Bhering (extremo nordeste da Ásia), foi a passagem que esses povos utilizaram para chegar na América.

A origem dos povos indígenas da América do Sul é derivado de povos caçadores que vieram para cá da América do Norte pelo istmo do Panamá, há milhares de anos.  Com o desenvolvimento dessas populações até hoje, os modos de uso e manejo dos recursos naturais e as formas de organização das sociedades foram se diferenciando.

Arqueólogos ainda não chegaram a um consenso sobre a antiguidade da ocupação humana na América do Sul, estima-se que a chegada data mais de 11 mil anos. Novas evidências foram encontradas no Piauí e na Bahia, mostrando que a ocupação seria mais antiga, assim há uma tendência de os pesquisadores reverem essas datas.

Outras teorias dizem:

  • Autoctonismo - os povos surgiram do próprio continente americano;
  • Australiana - os povos vieram de ilhas da Oceania (por causa da semelhança entre os índios e os habitantes das ilhas) e de outras regiões.